27/06/2019 08:13:00

Gastronomia

Sabor e desafio: alunos de Gastronomia passam por atividade avaliativa com jurados renomados de Sinop

A atividade foi desenvolvida pelos alunos do 1° e 3° semestre do curso.
Autor: Por Henrique dos Santos Souza, acadêmico do 7º semestre de Jornalismo.

Na última quarta-feira (26), o curso de Gastronomia realizou uma atividade avaliativa com os alunos do 1° e do 3° semestre, que contou com a avaliação dos jurados Rayngrison Garcia, Carlos Bergamasco e do coordenador do curso, Carlos Balkau.

Juliano Winter, um dos professores do curso, comentou e explicou como foi aplicada a atividade aos alunos, além de contar o objetivo final, que é de trazer a realidade mais próxima possível de uma cozinha. Segundo o professor, os acadêmicos tiveram cerca de uma hora e 30 minutos para desenvolver o prato e sua ficha técnica e foram divididos em bancadas, cada uma com uma proteína específica. Os jurados avaliaram a apresentação do prato, a textura dos alimentos, além do sabor final de cada prato apresentado pelas bancadas.

Winter ainda comentou que além da avaliação dos jurados, teve também a avaliação dos professores que observaram como foi o comportamento organizacional dos alunos, como foi o trabalho em grupo e quais foram os principais métodos aplicados.

Bergamasco, um dos jurados da atividade, disse que é de extrema importância essas atividades práticas que são desenvolvidas pelo curso, porque além dos alunos gostarem de ir para prática, essa é uma das formas de motivar e mostrar aos alunos como funciona uma cozinha em seu dia a dia. Rayngrison Garcia, que também avaliou os pratos produzidos, comentou que quando um aluno desenvolve algum projeto dentro da faculdade, principalmente na área da Gastronomia, o importante não é só o operacional, mas sim fazer todo um planejamento estratégico: qual finalidade, por que de cada item, o motivo daquele prato. Então a importância é saber realmente a história da Gastronomia para poder estar aplicando da melhor forma possível.

Garcia ainda comentou sua que o cliente precisa ter uma experiência gastronômica, e frisou que além de ir a um restaurante para saciar vontade, a pessoa vai para ter uma experiência e o que fica realmente é a experiência, a conversa, o prato e o contexto em geral.

“Os alunos surpreenderam com os pratos criados. Isso prova a importância de fazer as avaliações práticas para que os alunos usem a criatividade e coloquem em prática o que aprenderam na teoria e também nas aulas práticas. Os pratos foram elogiados por todos os jurados alguns com alguns pequenos problemas, mas nada que descontasse muita nota”, explica o coordenador do curso.

FOTOS DA NOTÍCIA Clique na foto para abrir